Nossas Vagas

Os nossos 10 princípios

  1. Somos movidos pelo propósito de ensinar a pessoa física a investir conscientemente, de forma autônoma e mirando a mais alta performance.
    1. Levaremos até a pessoa física ideias iguais ou melhores do que as cultivadas entre investidores profissionais, embora sob uma linguagem mais simples e direta do que a praticada entre os financistas.
    2. Transformaremos essas ideias de investimento em produtos de investimento, oferecendo assim um ciclo completo de aprendizagem e execução para o investidor.
    3. Se pudermos fazer isso com leveza e diversão, tanto melhor.
  2. Somos contra o Financismo; isto é, somos contra os traços de arrogância, vaidade, cientificismo, oportunismo e culto ao dinheiro (pelo dinheiro) que caracterizam a cultura estereotipada da Faria Lima.
    1. 1 Somos contra a visão preconceituosa de que o investidor pessoa física não tem condições de compreender e replicar ideias "arrojadas" de investimento.
    2. Se o investidor pessoa física não consegue compreender e replicar, a culpa é de quem está apresentando a ideia ou oferecendo o produto, e não do investidor.
    3. Sim, pessoas físicas podem investir em opções, desde que estejam devidamente cobertas em suas posições, com perdas limitadas.
    4. Partimos sempre da premissa de que nosso leitor e nosso cliente são mais inteligentes, mais responsáveis e mais interessados do que o financista médio da Faria Lima.
  3. Temos ​​skin in the game​. Ou, numa linguagem informal, gostamos sempre de botar o cu na reta.
    1. Se as ideias e os produtos de investimento que concebemos são ruins, nossos leitores e clientes perderão dinheiro e nós perderemos leitores e clientes. Não devemos atribuir isso ao azar.
    2. Se as ideias e os produtos de investimento que concebemos são bons, nossos leitores e clientes ganharão dinheiro e nós ganharemos leitores e clientes. Ainda assim, devemos ter em mente que a sorte cumpriu um papel importante aí.
    3. Se algum colaborador ou fornecedor presenciar qualquer tipo de fraude em nosso ambiente de trabalho e não gritar "fraude!", então podemos assumir que esse mesmo colaborador ou fornecedor também é uma fraude.
  4. Somos uma empresa de pessoas, muito antes de sermos uma empresa de processos.
    1. Pessoas inteligentes e de caráter sabem desenvolver e implementar os melhores processos para si mesmas, para suas áreas e para as empresas do grupo como um todo.
    2. Pessoas inteligentes e de caráter não são escravas de processos. Bons processos existem até que se encontre um processo melhor.
    3. Processos e controles nunca serão mais importantes do que vender assinaturas, conquistar clientes e cultivar um bom ambiente de trabalho.
  5. Somos uma empresa laica e cética, sobretudo no sentido epistemológico.
    1. Nosso nome é inspirado em Sextus Empiricus, o pai do ceticismo e do empirismo.
    2. Não devemos nos apaixonar por ideias paradisíacas antes que elas sejam mundanamente testadas.
    3. A única ditadura que apoiamos é a ditadura do teste. Ninguém está certo a priori. Não existe hipótese nula, todas as hipóteses são alternativas e devem ser testadas em paralelo.
    4. Números e estatísticas são essenciais para a tomada de decisão, mas não tomam a decisão por si mesmos. "Decidi dessa forma por causa dos dados" é a versão século XXI para "estava apenas obedecendo às ordens do meu superior”.
    5. Sabemos que ideias formidavelmente aplicadas em outras empresas podem ser um lixo para nós, e vice-versa.
    6. Tentamos nortear nossas decisões na meritocracia de ideias, em que muitos votam e o voto de cada um é ponderado pela experiência e expertise no respectivo tema, e não em hierarquia ou networking.
    7. Controle seu ego e seu desejo de controle. Nosso negócio é altamente complexo. Ninguém, por si só, consegue lograr êxito com ele. Confie nas decisões dos outros. Sinta-se feliz em tocar na banda e sinta-se parte do sucesso da banda.
    8. Não fazemos previsões. Pensamos em termos de assimetrias e payoffs. Gostamos de apostar centavos para ganhar reais, e não o contrário.
    9. Como corolário, não sabemos onde vai estar o dólar em dezembro de 2059.
  6. Ready, fire, aim​. Apontamos, atiramos e só depois preparamos. Não adianta dedicar meses a um novo projeto se você não sabe ainda, no nível mais básico, se aquilo funciona.
    1. Primeiro dê um tiro (rápido e barato) e depois sintonize sua mira. Fazer é mais importante do que ter uma ideia genial. Fazer é mais importante do que se vestir bem.
    2. Se você falhar, foda-se. Ninguém vai te achar pior por isso. Ao contrário, pior é quem nunca topa falhar.
    3. Sob o risco de falha, sinta-se seguro de que está falhando rápido e em proporção pequena, para que você possa tentar outra ideia em breve. ​Fail fast, fail small​.
    4. Ready, fire, aim​ não significa ​fire, ready, aim​. Aprenda a domar sua ansiedade.
  7. Prezamos pela transparência radical. Ainda que ela não possa ser alcançada integralmente, devemos tê-la como norte.
    1. Discutimos e discordamos de maneira respeitosa, sempre visando uma decisão final que seja a melhor para a empresa.
    2. Se essa decisão final não lhe agrada, mas foi eleita pela meritocracia de ideias, não tente boicotá-la.
  8. Queremos atrair pessoas boas e que têm tesão em trabalhar.
    1. Estamos cagando para currículos, cargos e salários. Você pode ter enorme sucesso aqui com um MBA em Harvard ou sem curso superior.
    2. Julgados pelas metas e pelo desenvolvimento, todos participam dos bônus anuais.
    3. Sabemos que processos seletivos não servem para nada.
    4. Prezamos pelo respeito às oito horas de trabalho por dia útil. Use o restante do tempo para curtir sua família, estudar, fazer esportes, etc. Volte descansado e empolgado para trabalhar no dia seguinte.
    5. Prezamos pela informalidade sadia. Fale sobre trabalho como se estivesse falando com um amigo ou familiar (de quem você gosta).
    6. Prezamos por um ambiente de trabalho leve e colaborativo, mas não trabalhamos de bermuda.
    7. Estimulamos a capacitação e os instrumentos de trabalho necessários para que cada colaborador possa dar o melhor de si.
    8. Valorizamos e reconhecemos o mérito. Produtividade é mais importante do que relacionamento e ambos são mais importantes do que tempo de casa.
  9. Somos liberais no sentido clássico. Somos contra o intervencionismo, contra o desejo de controle. Somos a favor da eficiência do livre mercado e a favor da tentativa & erro.
    1. Somos a favor da diversidade. Somos contra os intolerantes.
    2. Somos a favor da igualdade de oportunidades. Somos contra privilégios.
    3. Somos a favor da concorrência (inclusive, nossa própria concorrência). Somos contra monopólios.
  10. Somos diferentes da média.
    1. Somos contra o mainstream. Somos contra as capas de jornais e contra a espiral de silêncio da imprensa.
    2. Somos contra discursos moralistas e regulatórios que visam a preservar o status quo.
    3. Somos contra o consenso geral. Nunca seremos amados por todos.
    4. Sem problemas, pois não queremos ser amados por todos. Queremos ser muito amados por alguns.
    5. Jamais venere o Grupo Empiricus. Não somos uma religião, não somos exemplo para ninguém. Estamos aqui tentando conviver com nossos graves defeitos.